Não vamos brincar com política fiscal e inflação--Lula

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva prometeu nesta quinta-feira que a campanha eleitoral do próximo ano não fará o governo abandonar uma política fiscal rigorosa nem soltar as rédeas da inflação.

REUTERS

27 Agosto 2009 | 15h04

"Vamos manter a mesma responsabilidade. Não pensem que a gente vai brincar com a política fiscal, não pensem que a gente vai brincar com a inflação", discursou Lula em reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social.

Segundo ele, os avanços obtidos na economia são um patrimônio do país, conquista que não pode ser desperdiçada.

"Não pensem também que a campanha política me fará fazer alguma coisa que depois da eleição quem ganhar seja prejudicado", acrescentou Lula, recebendo aplausos da plateia formada por empresários e representantes de movimentos sociais.

"A gente não vai permitir que este país sofra os mesmos processos que historicamente ele sofreu."

A candidata de Lula à sua sucessão é a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff. Na oposição, os principais pré-candidatos à Presidência da República são os governadores José Serra (São Paulo) e Aécio Neves (Minas Gerais), ambos do PSDB.

(Reportagem de Fernando Exman)

Mais conteúdo sobre:
POLITICALULA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.