Nasa admite adiar outra vez lançamento da Discovery

Há 70% de probabilidade de que as condições meteorológicas adiem pela segunda vez em 24 horas o lançamento da Discovery do Centro Espacial Kennedy na Flórida, segundo os meteorologistas da Nasa.Assim como no sábado, no começo da manhã de hoje os técnicos da Agência Espacial começaram a carregar o tanque externo da nave com 2.025.082 litros de hidrogênio e oxigênio líquidos. Os dois se misturam no tanque momentos antes da partida para que sejam queimados pelos motores da nave."Não podemos controlar o tempo e temos regras muito rígidas a esse respeito. Não vamos lançar a nave se não houver segurança", disse hoje o diretor da operação de lançamento, Mike Leinbach.O céu sobre o Centro Espacial está nublado e a probabilidade de que ocorram tempestades elétricas impediria a decolagem. O segundo lançamento da nave hoje está previsto para 15h26 (16h26 em Brasília). O de sábado estava programado para 15h49 (16h49 em Brasília), mas foi suspenso cinco minutos antes.A segurança é um dos assuntos que mais preocupam a Nasa, depois que o desprendimento de pedaços de espuma isolante do tanque externo da nave causou o acidente do Columbia em 1º de fevereiro de 2003. O Columbia se desintegrou quando entrava na atmosfera terrestre. Sete tripulantes morreram no acidente.O administrador da Nasa, Michael Griffin, afirmou hoje em entrevista à "CNN" que "as possibilidades de risco são muito pequenas", e disse confiar em que a viagem "será segura".A Discovery, com sete membros a bordo, será lançada rumo à Estação Espacial Internacional (ISS), para onde levará bens essenciais. O astronauta alemão Thomas Reiter - da Agência Espacial Européia (ESA, em inglês) - será levado pela nave e se unirá aos dois que já estão no espaço. A tripulação também fará consertos na ISS.H

Agencia Estado,

02 de julho de 2006 | 11h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.