Nasa compra banheiro de US$ 19 milhões para a ISS

No espaço, ir ao mictório sai muito caro. A Nasa concordou em pagar US$ 19 milhões (R$ 38 milhões) por um sistema russo de toalete para a Estação Espacial Internacional (ISS). O número pode parecer astronômico, mas a agência espacial garante que o banheiro espacial terceirizado sairá mais barato do que um construído nos Estados Unidos. "É comparável a construir uma central municipal de esgoto na Terra", disse a porta-voz Lynnette Madison, explicando o novo sistema. Além disso, o banheiro russo é parecido com o que os astronautas já usam. O novo sistema será capaz de transferir a urina dos astronautas para um dispositivo que produz água potável. O novo sistema deverá ser entregue à seção americana da ISS em 2008. Ele oferecerá mais privacidade que os sistema anterior, o que é uma necessidade: a tripulação permanente da ISS deve aumentar de três para seis ocupantes até 2009. Os banheiros da ISS se parecem com toaletes comuns, exceto pelas amarras para as pernas e barras para as coxas, que mantêm o usuário no lugar na ausência de peso. Ventiladores sugam os dejetos para um reservatório. Os tripulantes também têm funis individuais de urina, que se ligam a mangueiras e dirigem o líquido para um tanque. No sistema atual, os tanques de urina são transferidos para uma nave de carga que, depois, é destruída pelo atrito com a atmosfera terrestre.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.