Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Naufrágio em Moçambique deixa ao menos 50 imigrantes mortos

Pelo menos 50 imigrantes somalis e etíopes morreram no naufrágio de um barco com 129 pessoas, na costa norte de Moçambique, na semana passada, informou a mídia local.

REUTERS

16 de fevereiro de 2011 | 09h13

Os sobreviventes, que se acredita sejam imigrantes ilegais, foram levados a campos de refugiados, segundo relato da agência de notícias moçambicana AIM na noite de terça-feira.

A AIM informou que o capitão da embarcação, um tanzaniano, morreu afogado. Nenhuma autoridade de Moçambique estava imediatamente disponível para comentar o fato.

Com um vasto litoral e policiamento precário, Moçambique vem sendo cada vez mais usado como destino para atividades ilegais, incluindo o tráfico de drogas, segundo funcionários do governo dos Estados Unidos e analistas políticos.

O país também é um meio fácil de passagem para imigrantes que tentam ir para a vizinha África do Sul, a nação mais rica da África.

(Reportagem de Jon Herskovitz em Johanesburgo)

Tudo o que sabemos sobre:
MOCAMBIQUENAUFRAGIOIMIGRANTES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.