Navio japonês perfura quase 6 km debaixo do mar

Um navio japonês de pesquisa geológica eoceanográfica conseguiu perfurar 5.815 metros sob o leito marinho dosul do Japão, a maior profundidade alcançada neste tipo deprospecção, informa o governo em Tóquio. Em comunicado, o Ministério da Economia, Comércio e Indústria doJapão afirmou que o navio Chikyu (Planeta Terra, em japonês) fezessa perfuração em 23 de junho, quando conseguiu encher um tubo de4,4 metros de comprimento com os sedimentos obtidos a quase seisquilômetros de profundidade sob o leito marinho das ilhas Ogasawara. A prospecção foi feita através de um complexo sistema de brocas ecabos manuseados por controle remoto. O recorde anterior de prospecção com métodos similares, alcançadopor um navio oceanográfico dos Estados Unidos, era de 2.400 metrosde profundidade, segundo o ministério japonês, citado pela agênciade notícias Kyodo. A perfuração foi feita pela empresa Desenvolvimento dos Recursosdo Oceano Profundo, e o próprio Ministério da Economia japonêscolocou a operação como parte dos esforços do Japão para estudarsuas plataformas continentais. No entanto, estas explorações subterrâneas são apenas uma fasepreparatória da verdadeira aventura sob a terra que o Chikyu deverealizar. Em setembro de 2007, começará a mais importante das prospecções,com o objetivo de superar os 11 mil metros de profundidade (quatromil metros sob as águas e sete mil sob o leito marinho), em umprojeto que tem a participação também dos Estados Unidos e de 15países europeus.

Agencia Estado,

14 de agosto de 2006 | 15h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.