Navio panamenho derrama óleo no mar de Santos

Vinte funcionários de uma empresa de proteção ambiental passaram a madrugada desta quinta-feira tentando evitar que mil litros de óleo combustível, aproximadante, se espalhassem pelo mar no entorno do Porto de Santos, na Baixada Santista, após um vazamento ocorrido na tarde de quarta-feira. O óleo vazou do navio Smart, do Panamá, quando a tripulação manipulava o material dentro da embarcação. Cerca de mil litros foram derramados junto ao terminal 38, onde o navio estava atracado. Parte do óleo chegou até o canal 7. A situação estava controlada até as 20h, quando a maré baixa acabou levando o óleo para a ponta da praia, atingindo o canal. Havia risco de que o óleo atingisse as praias da região. A equipe tenta retirar o óleo o mais rápido possível e, ao mesmo tempo, impedir que o óleo se espalhe. Para isso, os técnicos estão utilizando barcos para instalar mantas e absorventes sintéticos e também um caminhão de sucção a vácuo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.