Neblina faz aeroportos de SP operarem por instrumentos

O Aeroporto Internacional Governador André Franco Montoro, em Cumbica, Guarulhos, na Grande São Paulo, opera por instrumentos - quando o piloto necessita da ajuda de equipamentos especiais para alinhar a aeronave com a pista - em razão da neblina que atinge a região. Segundo a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), até as 6h30 não havia registro de desvios de pousos. O mesmo ocorre no Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.