Nelore Fest reflete bom momento da pecuária

Sucesso de público, o evento simboliza a recuperação do setor e homenageia os melhores do ano

O Estado de S.Paulo

25 de dezembro de 2007 | 23h20

A oitava edição da Nelore Fest, evento que fecha o calendário anual de atividades da Associação de Criadores de Nelore do Brasil (ACNB), refletiu a recuperação da pecuária de corte este ano. Mais de 500 pessoas, entre pecuaristas, selecionadores, empresários e dirigentes do setor, compareceram, na segunda-feira do dia 17 de dezembro, ao Espaço Rosa Rosarum, na capital paulista, para acompanhar a noite de premiações.Segundo a gerente de Eventos da ACNB, Patrícia Franco, este ano a casa lotou e não foi possível nem mesmo vender convites na hora, na porta. ''O evento foi na segunda-feira e, no sábado anterior muitas pessoas ligaram à procura de convites, mas não havia mais.''Para Patrícia, um dos motivos, além da recuperação da pecuária de corte como um todo, é que este ano a Nelore Fest entregou os prêmios a todas as categorias do Ranking 2006-2007, do primeiro ao terceiro lugar. ''Em anos anteriores nós apenas entregávamos durante a festa o troféu dos primeiros lugares'', explica.HOMENAGENSEmpresas e criadores foram homenageados com o Nelore de Ouro - O Oscar da Pecuária. Receberam também seus prêmios os vencedores do Circuito Boi Verde de Julgamento de Carcaças e do Ranking Nacional 2006-2007.Um dos premiados da noite foi a Jatobá Agricultura, Pecuária e Indústria S.A., com sede em Curitiba (PR) mas fazendas de gado de corte e de elite em Itaquiraí e Paranhos (MS). Os principais prêmios conquistados pela Jatobá este ano no ranking foram Melhor criador e Melhor criador de nelore padrão. ''Ganhamos muito em prestígio após as premiações'', diz a pecuarista Bettina Muradás, que, junto com seu pai, Carlos Seara Muradás, detém a marca Mura de nelore. ''É um reconhecimento pelo trabalho sério de seleção'', comemora Bettina, vangloriando-se que um animal seu também foi premiado: a vaca Donna TE da Húngaro, medalha de prata na categoria Melhor Fêmea Jovem Nelore.Outro pecuarista premiado, Amauri Gouveia, na categoria Melhor criador de nelore-mocho, concorda com Bettina em relação ao aumento de prestígio do criatório que, no caso dele, leva a marca VT. Gouveia, que mantém plantel em Avaré (SP), diz que o mérito não recai apenas sobre ele e seu filho, ''mas a toda a equipe envolvida e a harmonia existente entre todos.''

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.