Nevasca fora de época no leste dos EUA deixa pelo menos três mortos

Mais de 2,7 milhões estão sem luz desde Maryland até Massachusetts; autoridades alertam moradores de que eles podem ficar sem energia por vários dias.

BBC Brasil, BBC

30 Outubro 2011 | 18h36

Uma nevasca fora de época atingiu a costa leste dos Estados Unidos neste domingo, causando pelo menos três mortes e deixando uma camada de quase 70 centímetros de neve em algumas áreas do Estado de Massachusetts.

Mais de 2,7 milhões de pessoas ficaram sem luz desde Maryland até Massachusetts. Alguns moradores foram alertados pelas autoridades de que podem ficar sem energia por vários dias.

Até agora, a maior nevasca para o mês de outubro na região da Nova Inglaterra havia ocorrido em 1979, com 19 centímetros de neve.

Na manhã deste domingo, o Serviço Nacional de Meteorologia americano (NWS, na sigla em inglês) disse que esta tempestade de neve antecipada já havia acabado nos Estados localizados no meio da costa do Atlântico, mas que ela continuava nas áreas da Nova Inglaterra, mais ao norte, com a previsão de chegar ao Canadá.

Os ventos na cidade de Nantucket, em Massachusetts, chegaram a 111 km/h, segundo o NWS.

A tempestade aumentou de intensidade ao se mover para o norte, e as comunidades no oeste de Massachusetts foram as mais atingidas.

Em Springfield, a polícia afirma que um homem morreu eletrocutado ao encostar em uma grade de proteção em torno de cabos de transmissão de energia que haviam caído.

Em Temple, na Pensilvânia, um homem de 84 anos foi morto pela queda de uma árvore em sua casa, segundo informa a polícia local.

Outra pessoa morreu devido a um acidente de trânsito causado pela nevasca, no Estado de Connecticut.

Falta de luz

O governador de Connecticut, Dannel Malloy, alertou às 750 mil pessoas sem luz no Estado que os efeitos da tempestade ainda serão sentidos mesmo depois que ela acabe.

"Se você está sem energia, você deve esperar ficar sem luz por um período prolongado de tempo", disse o governador, segundo a CBS News.

A cidade de West Milford, em Nova Jersey, distante 85km de Nova York, registrou 48 cm de neve, enquanto Hillsboro, em New Hampshire, registrou 54 cm.

Na cidade de Nova York, um novo recorde para outubro foi estabelecido, com uma camada de 3,3 cm de neve no Central Park.

Com a tempestade de neve, voos foram atrasados nesse sábado no aeroporto de Newark, em Nova Jersey, enquanto os aviões não foram liberados para decolar dos aeroportos JFK e LaGuardia, em Nova York, e da Filadélfia até o início da tarde do mesmo dia, segundo a agência AP.

"Isto é muito, muito atípico. [Esta nevasca] tem toda a cara de uma tempestade clássica de meio de inverno advinda do nordeste", disse à AP o meteorologista do NWS John LaCorte.

Já o meteorologista Bill Simpson, da mesma agência, disse que as temperaturas devem voltar ao normal na região em meio a esta semana. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.