Fabio Motta/Estadao
Fabio Motta/Estadao

Niemeyer tem piora na função renal e preocupa equipe médica, diz boletim

Boletim médico diz que o arquiteto respira sem a ajuda de aparelhos e está lúcido

O Estado de S. Paulo,

10 de novembro de 2012 | 11h21

O estado de saúde do arquiteto Oscar Niemeyer, de 104 anos, não teve alterações ontem, 9. Há uma semana internado Hospital Samaritano, no Rio, Niemeyer passou o segundo dia na Unidade Intermediária (UI) do hospital, para onde foi transferido sexta-feira, por causa de uma piora na função renal. De acordo com boletim médico divulgado ontem, "o estado clínico do arquiteto requer cuidados" e não há previsão de alta.  

Até ser transferido para a UI, Niemeyer estava no quarto, após ser submetido a um procedimento para a colocação de uma sonda gástrica.

O boletim de ontem foi divulgado de manhã, após visita do médico Fernando Gjorup. "Niemeyer respira sem a ajuda de aparelhos, está lúcido, porém o quadro de piora da função renal ainda preocupa. Não há previsão de alta", diz o boletim, assinado por Gjorup.

Niemeyer foi internado na sexta-feira, 2, com dificuldades para se alimentar. Esta é a terceira internação do arquiteto neste ano. Nas outras duas vezes, um dos motivos também foi um quadro de desidratação.

Ney Latorraca

O quadro do ator Ney Latorraca, também internado no Rio, melhorou ontem. Segundo boletim médico enviado no início da tarde, houve "evidente melhora clínica, com redução de sedação e diminuição do uso do respirador artificial". Latorraca segue internado no CTI da Casa de Saúde São José e ainda não há previsão de alta, segundo o boletim, assinado pelos médicos Marcelo Kalichsztein, Gustavo Nobre, Cláudio Domênico e Luís Fernando Saboya.

Tudo o que sabemos sobre:
saúdeinternaçãoNiemeyerboletim

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.