Nigéria diz que Boko Haram planeja atacar capital com caminhões-tanque

Os militantes islâmicos do Boko Haram estão planejando atacar a capital da Nigéria com bombas montadas em caminhões de combustível, informou o governo nigeriano, despertando temores de um avanço rumo ao sul a partir de sua base no norte do país.

CAMILLUS EBOH, REUTERS

19 Junho 2014 | 18h11

O governo nigeriano está tendo dificuldades para mostrar que consegue conter a insurgência do Boko Haram, desde que o grupo atraiu a atenção do mundo todo em abril ao sequestrar mais de 200 meninas de uma escola no nordeste do país.

Para provar sua reação, o governo disse nesta quinta-feira que as forças de segurança mataram dez membros do grupo insurgente no Estado de Borno, no nordeste, obtendo um raro sucesso.

Sem explicar como o governo planeja conter os ataques, um funcionário de alto escalão do Ministério da Informação, Mike Omeri, disse em comunicado na noite de quarta-feira que os rebeldes planejam plantar “dispositivos explosivos improvisados nos caminhões-tanque e conduzi-los a locais movimentados em Abuja”.

O Boko Haram matou milhares de pessoas desde 2009 e diz querer criar um Estado islâmico no norte nigeriano de maioria muçulmana.

Mais conteúdo sobre:
NIGERIABOKOPLANO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.