Nigéria diz que mais de 80 morreram em ataques na cidade de Jos

Pelo menos 80 pessoas foram mortas em ataques a bomba na véspera do Natal e em confrontos entre jovens muçulmanos e cristãos na região central da Nigéria, disseram autoridades.

REUTERS

28 de dezembro de 2010 | 08h33

A polícia disse no sábado que 32 pessoas foram mortas nos ataques a bomba, mas com mais de 100 feridas em hospitais, esse número deve subir.

"Recuperamos 80 cadáveres até agora em Jos", disse Daniel Gambo, autoridade da agência de gerenciamento de emergências da Nigéria, no final da segunda-feira.

Uma autoridade da defesa disse que dois suspeitos foram presos na segunda-feira em Jos, capital do Estado de Plateau, por porte de dinamite e armamento perigoso.

(Reportagem de Felix Onuah e Shuaibu Mohammed)

Tudo o que sabemos sobre:
NIGERIAMORTOSATAQUE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.