Nigéria diz ter feito acordo para libertação de meninas sequestradas pelo Boko Haram

O governo da Nigéria chegou a um acordo com o grupo militante islâmico Boko Haram para um cessar-fogo e a libertação de cerca de 200 meninas sequestradas há seis meses em uma escola na cidade de Chibok, no nordeste do país, disse uma fonte da Presidência nesta sexta-feira.

REUTERS

17 de outubro de 2014 | 11h59

"O governo nigeriano chegou a dois acordos com o grupo Boko Haram. Primeiramente, um acordo de cessar-fogo e, em seguida, a liberação das meninas de Chibok sequestradas", disse a fonte à Reuters.

(Reportagem de Felix Onuah)

Mais conteúdo sobre:
NIGERIABOKOHARAMSEQUESTRO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.