Nintendo confirma liderança em videogames no Japão

Empresa conquistou 71,3% do mercado, superando a fatia da rival Sony

Efe

02 Agosto 2007 | 16h11

A Nintendo consolidou sua liderança no mercado de videogames no Japão em 2006, à frente das rivais Sony e Microsoft, graças ao desenvolvimento de software de aprendizagem para seu console portátil, informa hoje o jornal econômico japonês "Nikkei".   A Nintendo conquistou no ano passado 71,3% do mercado. A Sony ficou com 27,2%, e a Microsoft com 1,4%. A estratégia da empresa de Osaka de lançar programas de aprendizagem e jogos que desafiam a inteligência dirigidos a um público adulto e para o console portátil Nintendo DS foram fundamentais para o sucesso. A companhia soube antecipar a queda da demanda entre os jovens.   Além disso, a Nintendo foi também a maior fabricante de software do Japão no ano passado. O bom momento da Nintendo no Japão ganha o reforço das vendas do console Wii e do seu modelo portátil em todo o mundo. Em 2006, elas aumentaram em 77% o lucro da centenária empresa japonesa, até US$ 1,5 bilhão.   Os dois produtos elevaram em 89,8% as vendas líquidas, até US$ 8,128 bilhões. O lucro por operações subiu 150,2%, para US$ 1,901 bilhão, segundo os resultados financeiros do ano fiscal de 2006 divulgados pela Nintendo.   A Sony viu sua fatia no mercado japonês cair em 2006, devido ao elevado preço do PlayStation 3. Outro problema foi a falta de videogames específicos para o console, o que prejudicou as vendas, segundo o "Nikkei".   No entanto, a Sony anunciou que em 20 de setembro lançará no mercado japonês a nova versão do PlayStation Portable (PSP). O preço será de ¥ 19.800 (US$ 165). O novo produto será 33% mais leve que o modelo atual e estará disponível em seis cores.

Mais conteúdo sobre:
Wii Nintendo Sony PlayStation 3

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.