Nippon e Sumitomo chegam a acordo com Vale, diz fonte

A siderúrgica japonesa Nippon Steel fechou um acordo preliminar com a Vale para pagar entre 100 e 110 dólares por tonelada de minério de ferro no período de abril a junho, disse uma fonte familiarizada com a negociação.

REUTERS

29 de março de 2010 | 21h28

O valor é quase o dobro do definido no contrato referencial de longo prazo (benchmark) do ano passado.

Se confirmado, o acordo confirma a estratégia da Vale de acabar com o sistema de longo prazo e adotar acordos flexíveis, com ajustes trimestrais, buscando deixar o preço contratual do minério mais próximo daquele praticado no mercado à vista (spot).

Nesta segunda-feira, o jornal japonês Nikkei informou que a Nippon e também a sul-coreana Posco fecharam um acordo provisório com a Vale, para um aumento de 90 por cento no minério, que iria a 105 dólares por tonelada.

A siderúrgica japonesa Sumitomo Metal Industries também chegou a um acordo preliminar com a Vale sobre um aumento de 90 por cento no preço do minério de ferro no trimestre de abril a junho, afirmou uma fonte familiarizada com a negociação.

(Reportagem de Yuko Inoue)

Mais conteúdo sobre:
MINERACAOVALENIPPON*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.