No fundo do mar, o lixo do carnaval de Salvador

No fundo do mar, o lixo do carnaval de Salvador

Mergulhadores da ONG Global Garbage, que combate o descarte de lixo nos mares, ficaram assustados com a quantidade de latas de cerveja e garrafas plásticas encontradas no fundo do mar nas imediações do Farol da Barra, em Salvador, logo após o carnaval. "Foi difícil calcular a quantidade de lixo espalhada. Certamente, havia mais de mil latinhas e até pedaços de abadás", conta Francisco da Fonseca Neto, colaborador da Global Garbage.

, O Estadao de S.Paulo

25 de março de 2010 | 00h00

O excesso de lixo foi retirado por quatro mergulhadores e posteriormente entregue a catadores da cidade. A ONG, que tem sede na Alemanha, planeja articular um projeto com a Prefeitura de Salvador e com os artistas do carnaval baiano para conscientizar os foliões sobre o descarte correto do lixo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.