No Madrid-Fusión, a vez dos gastrobares

Diante do encolhimento do mercado europeu de restaurantes, em especial o da Espanha, o congresso de gastronomia de vanguarda Madrid-Fusión espelhou o momento. Na edição de 2009, encerrada em 22 de janeiro, a grande novidade foi a tendência dos gastrobares, uma alternativa mais barata aos restaurantes: bares de tapas com toques de alta gastronomia. Tudo em plena sintonia com os gastropubs ingleses e os bistronomiques franceses. Chefs de restaurantes estrelados da Espanha estão abrindo seus gastrobares. Já aderiram à ideia Paco Roncero, do La Terraza del Casino que criou o Estado Puro; Dani García, do Calima, que inaugurou o La Moraga; Carles Abellán, do Comerç 24, que batizou sua nova casa mais barata de Tapaç 24; e Quique Dacosta, do El Poblet, que abriu o Sula.

29 Janeiro 2009 | 00h00

Mais conteúdo sobre:
Madrid Fusion Dani Garcia gastrobares

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.