Nokia alerta para defeito em baterias de celular

Problema pode afetar 46 milhões de baterias fabricadas entre 2005 e 2006.

BBC Brasil, BBC

14 Agosto 2007 | 18h27

A fabricante de celulares Nokia lançou nesta terça-feira um alerta a proprietários de seus telefones, dizendo que "em casos bastante raros" 46 milhões de baterias de alguns de seus modelos mais comuns podem superaquecer quando estão sendo recarregadas. De acordo com a multinacional finlandesa, até o momento foram reportados cem incidentes do tipo em todo o mundo com a bateria modelo BL-5C. Nenhum deles teria resultado em incêndio. O superaquecimento pode causar um curto-circuito que, por sua vez, pode fazer com que o telefone pare de funcionar. A companhia se ofereceu para substituir as BL-5C, produzidas para a Nokia pela empresa japonesa Matsushita, mas não fez um recall do produto. Todas as baterias com o problema foram fabricadas no Japão entre dezembro de 2005 e novembro de 2006. Estima-se que a Nokia possa gastar mais de US$ 100 milhões na substituição das baterias BL-5C, que são utilizadas em mais de 50 modelos de celular. Um caso semelhante afetou no ano passado a multinacional japonesa Sony, provocando um recall de baterias de laptop - depois que, em alguns casos, o problema provocou incêndios. O caso fez os lucros da Sony despencarem 94% no terceiro trimestre do ano passado. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Mais conteúdo sobre:
recall nokia celular defeito

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.