Nomes cotados para a equipe de Barack Obama

Crise financeira, assunto que dominou campanha eleitoral, será um dos principais desafios do novo presidente

Agências internacionais,

05 Novembro 2008 | 18h56

  O presidente-eleito dos EUA, Barack Obama, deve anunciar rapidamente os principais integrantes da sua equipe, inclusive o secretário o Tesouro, que comandará o pacote de socorro de US$ 700 bilhões. Obama só toma posse em 20 de janeiro, mas provavelmente vai querer, num momento de grave crise financeira e possível recessão, ter uma equipe econômica preparada desde o início da transição.   Veja também: Três fatores decidiram eleição nos EUA Veja o perfil do novo presidente Trajetória de Obama  Estadao.com.br na terra dos Obamas Diário de bordo da viagem ao Quênia  Veja a apuração das eleições Obama x McCain  Entenda o processo eleitoral   Cobertura completa das eleições nos EUA   A seguir, nomes confirmados para os cargos:   CHEFE DE GABINETE   Rahm Emanuel - Congressista membro da Câmara dos Representantes desde 2003, eleito por Illinois. Esteve entre os conselheiros políticos do ex-presidente Bill Clinton e liderou a campanha democrata para o Legislativo em 2006       Nomes cotados:   SECRETÁRIO DO TESOURO   Lawrence Summers - Foi secretário do Tesouro no governo de Bill Clinton, período em que foi muito elogiado por Wall Street, e reitor da Universidade Harvard, onde se envolveu em diversas polêmicas. Summers tem sido conselheiro econômico de Obama, especialmente após a explosão da crise, em setembro. Ganhou experiência como bombeiro financeiro na década de 1990, quando enfrentou as crises do México, da Rússia e da Ásia.   Timothy Geithner - Presidente do Federal Reserve (Banco Central) em Nova York. Argumenta que os bancos, cruciais para o sistema financeiro global, deveriam operar sob um marco regulatório unificado. Foi subsecretário do Tesouro para assuntos internacionais no governo Clinton, quando trabalhou com os ex-secretários do tesouro Robert Rubin e Lawrence Summers.    Paul Volcker - Ex-presidente do FED (Banco Central americano), considerado um dos grandes nomes do mundo financeiro desde que conseguiu debelar uma inflação anual de dois dígitos nas décadas de 1970 e 80. Manifestou apoio a Obama desde janeiro e teve papel decisivo na redação do discurso, em março, no qual o então pré-candidato democrata defendeu uma reforma do sistema financeiro.   Warren Buffett - Megainvestidor, é apontado como o homem mais rico do mundo, com uma fortuna estimada em mais de US$ 60 bilhões. Nascido em Omaha, Nebraska, é economista pela Universidade Colúmbia e hoje está à frente do conglomerado Berkshire Hathaway     SECRETÁRIO DE ESTADO   Bill Richardson - É o único governador hispânico dos Estados Unidos e ex-pré-candidato democrata à Presidência. Foi embaixador dos Estados Unidos na ONU e secretário de Energia no governo de Bill Clinton       John Kerry - Candidato derrotado por Bush em sua segunda eleição. Senador pelo Estados de Massachusetts, serviu no Vietnã, despontou na vida pública pela primeira vez ao liderar a Associação dos Veteranos do Vietnã Contrários à Guerra.     Chuck Hagel - Senador por Nebraska e veterano membro do Comitê de Relações Exteriores do Senado, Hagel era um aliado próximo de McCain, mas os dois romperam após divergências sobre a guerra no Iraque. Ele lutou na Guerra do Vietnã e trabalhou com McCain no Senado durante 12 anos. Hagel acompanhou Obama em seu giro pelo exterior.      Richard Lugar - Senador pelo Estado de Indiana e principal nome republicano no Comitê de Relações Exteriores do Senado.    SECRETÁRIO DE DEFESA     Robert Gates - Atual secretário de Defesa do governo de Bush. Gates foi diretor da agência americana de inteligência CIA entre 1991 e 1993, durante o governo de George Bush, pai do atual presidente.     Chuck Hagel - Senador por Nebraska e veterano membro do Comitê de Relações Exteriores do Senado, Hagel era um aliado próximo de McCain, mas os dois romperam após divergências sobre a guerra no Iraque. Ele lutou na Guerra do Vietnã e trabalhou com McCain no Senado durante 12 anos. Hagel acompanhou Obama em seu giro pelo exterior.     Jack Reed - Senador democrata por Rhode Island, é militar veterano e acompanhou Obama em sua viagem ao Iraque em julho deste ano. Críticos da incursão militar americana em território iraquiano, Reed é membro do Comitê de Forças Armadas do Senado.     Colin Powell - Foi chefe do Estado-Maior das Forças Armadas na Guerra do Golfo em 1991, serviu como secretário de Estado durante o primeiro mandato de George W. Bush, de 2001 a 2005.     SECRETÁRIO DE ENERGIA   Steve Westly - Do setor de tecnologia do Vale do Silício, para promover a visão do setor numa economia do século 21, com base em combustíveis alternativos     Philip Sharp - democrata que integrou a Câmara dos Deputados, representando o Estado de Indiana entre 1975 e 1995. Preside a ONG Recursos Para o Futuro         Kathleen Sebelius - Governadora do Kansas, filiada no Partido Democrata      SECRETÁRIO DOS TRANSPORTES     Jane Garvey - Presidente da Administração Federal da Aviação (FAA) no período de 1997 a 2002, foi a primeira mulher no cargo e a primeira a obter um mandato de 5 anos. Ela também foi a primeira chefe da FAA que não tinha licença de piloto.       James Oberstar - Deputado democrata de Minessota de 76 anos, é o líder da Comissão de Transportes e Infra-Estrutura da Câmara. É reconhecido internacionalmente por sua experiência em aviação e segurança.       Mortimer Downey - Ex-vice-secretário dos Transportes, foi o político americano que ficou mais tempo no cargo, trabalhando na gestão Clinton e Bush. Democrata, atualmente ele é consultor de transportes.        Peter DeFazio - Democrata de 61 anos, ele é membro da Comissão de Transportes da Câmara de Oregon e veterano da Força Aérea americana.      PROCURADOR GERAL     Eric Holder: Ex-vice-procurador geral, ele integrou, junto com Jim Johnson e Caroline Kennedy, a equipe que buscava o vice-presidente da chapa de Obama.       Janet Napolitano: Governadora democrata reeleita do Estado de Arizona, foi indicada como uma das cinco melhores governadoras dos EUA pela revista Time em 2005.  Integra o time de conselheiros de transição de Obama.       Artur Davis: Deputado democrata de 41 anos, ele é membro da Câmara de Representantes do Alabama desde 2003. Em 2007, se tornou o primeiro congressista fora de Illinois a apoiar a candidatura de Obama.       Deval Patrick: Governador democrata de Massachusetts, ele é membro do Comitê da Casa Judiciária. Foi procurador-geral assistente durante o governo Bill Clinton.   CONSELHEIRO DE SEGURANÇA NACIONAL   James Steinberg - ex-assessor do governo Clinton, tem experiência em política externa, incluindo o cargo de vice-conselheiro de Segurança Nacional da administração Clinton (1996-2000) e diretor de Política e Planejamento do Departamento de Estado (1994-1996)       Susan Rice - conselheira de política externa de Obama, foi secretária-assistente de Estado para Assuntos Africanos no governo Clinton durante os ataques terroristas promovidos em 1998 contra as embaixadas americanas na Tanzânia e no Quênia     SECRETÁRIO DE AGRICULTURA   Tom Vilsack - ex-governador do Estado de Iowa, foi o primeiro democrata a entrar na corrida presidencial, ainda em 2006. Desistiu por não conseguir manter o ritmo de arrecadação de fundos de seus rivais mais conhecidos - Hillary Clinton e Obama       Tom Buis - presidente da União Nacional dos Fazendeiros       Charles Stenholm - ex-deputado do Texas, democrata com atuação destacada na Comissão de Agricultura da Câmara

Mais conteúdo sobre:
Barack Obama eleições nos EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.