Nordeste brasileiro verá eclipse solar total

Um eclipse solar total ocorrerá nesta quarta-feira, dia 29, quando a Lua cobrirá o Sol a partir do amanhecer no Brasil. Apesar de começar no Brasil, na madrugada, ele poderá ser visto por aqui apenas em parte do Nordeste. A faixa da umbra, como se chama a região coberta pelo eclipse total, terá cerca de 129 quilômetros de largura e a linha central passará pelo Rio Grande do Norte, próximo às cidades de Currais Novos, Presidente Juscelino e São José de Mipibu. Na linha central, o eclipse durará cerca de 1 minuto e 36 segundos. Nas bordas, será de um pouco menos de 1 minuto. Em Natal, a totalidade ocorrerá entre 5h35m02s e 5h36m34s. Quem estiver na linha central terá a oportunidade de ver o eclipse por completo, mas moradores de outros estados também poderão apreciá-lo, ainda que parcialmente e por um tempo menor.Depois, a sombra passará pelo Atlântico, nordeste da África e Ásia central, terminando ao fim do dia na Mongólia, sendo melhor visualizado no hemisfério Norte.Visão parcial e cuidadosMoradores do Ceará, Pernambuco, Bahia, Minas Gerais e Rio de Janeiro poderão ver parte do Sol ser encoberta pela Lua. Quanto mais distante da faixa central, mais difícil será perceber o eclipse, que ficará ofuscado pelo brilho da área não coberta do Sol. Quem quiser observar o fenômeno, no entanto, deve tomar cuidados como fazer observações indiretas, ou seja, observar a projeção do sol em um espelho ou então olhando para uma folha de papel branco.É desaconselhável olhar diretamente para o Sol, mesmo improvisando filtros com filmes velados, vidros esfumaçados ou com a reflexão em superfície aquosa. O último eclipse solar do tipo ocorreu em 1994. Os próximos eclipses serão em 7 de setembro (lunar parcial) e 22 de setembro (solar anular, quando o tamanho aparente da Lua é menor que o do Sol). Os eclipses totais do Sol acontecem a cada 18 meses. A última vez foi em 23 de novembro de 2003 e a próxima ocasião em que o fenômeno ocorrerá será no dia 1º de agosto de 2008, podendo ser visto sobre a América do Norte, Europa e Ásia.Com informações da Agência Fapesp

Agencia Estado,

28 de março de 2006 | 17h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.