Nos EUA, internet é 2ª maior fonte de informação científica

A internet só fica atrás da televisão como principal fonte de informação e notícias sobre ciência nos Estados Unidos, mas a maioria dos internautas não confia cegamente no que lê online, de acordo com uma nova pesquisa.Relatório do Pew Internet and American Life Project afirma que 20% dos americanos obtêm a maior parte da informação sobre ciência da internet, contra 41% que citam a televisão. Jornais e revistas foram citados como maior fonte por 14% e o rádio, 4%.A distância entre TV e internet desaparece entre os usuários de conexões domésticas de banda larga, com 34% citando a rede mundial e 33%, a televisão.Cerca de 80% dos que obtêm informação científica online buscam checar a precisão da notícia com outra fonte - seja visitando outros websites, uma fonte offline ou buscando o estudo original. Muitos se valem de mais de uma alternativa.Apenas 13% disseram acessar a internet em busca, principalmente, de precisão. A maioria de volta para a rede por conveniência. Os americanos dependem mais da internet para obter notícias sobre ciência do que noticiário geral, de acordo com o trabalho.Como fonte sobre notícias em geral, a internet fica atrás da TV local, da TV nacional, do rádio e do jornal local. Ela bate, no entanto, os jornais de circulação nacional.

Agencia Estado,

20 de novembro de 2006 | 19h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.