Nostalgia e adrenalina marcam último dia do Playcenter

Famílias, fãs e funcionários Playcenter se despedem do parque de diversões mais famoso de São Paulo após um domingo de sol, nostalgia e adrenalina. Depois de 39 anos de funcionamento, o parque fecha suas portas às 19h, prometendo reabri-las daqui a um ano.

CAIO DO VALLE, Agência Estado

29 de julho de 2012 | 18h02

Os visitantes do último dia de funcionamento do Playcenter foram recebidos, às 11h deste domingo, com banda temática e toda a equipe de funcionários reunida, ato que é atípico. O parque lotou. Os brinquedos mais procurados foram os mais radicais, entre eles o Looping Star, Turbo Drop e os tradicionais Evolution e Barco Viking.

Os fãs do parque se emocionaram com a despedida, como o guia turístico e colecionador de artigos do parque, Diogo Lucas de Oliveira Lima, de 29 anos. "Quando vim pela primeira vez aqui, em 1993, foi amor à primeira vista. É com grande aperto no coração que estou vindo ao último dia do parque", contou.

Lima, que mora em Pirassununga - a mais de 200 km de distância do Playcenter - coleciona há 19 anos todo tipo de artigo que contenha o logotipo do parque. Álbum de fotos, embalagens de souvenirs e cartazes de noites do terror - evento anual de terror do Playcenter - acompanharam o fã neste domingo de despedida.

Quem foi ao Playcenter neste domingo leva para casa uma lembrança da despedida. Logo na entrada, o parque distribuiu broches com a estampa "Playcenter, eu curti até o último dia!".

Tudo o que sabemos sobre:
Playcenterfechamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.