Nova fazenda na Holanda é atingida por gripe aviária

Uma segunda fazenda na Holanda foi atingida por um surto de gripe aviária, informou o governo nesta quinta-feira, levando ao abatimento de 43 mil frangos e extensão das restrições de comércio do líder mundial de exportações de ovos.

REUTERS

20 Novembro 2014 | 15h17

Uma proibição nacional sobre o transporte de todas as aves, ovos e produtos agrícolas relacionados de três dias foi prorrogada até domingo, disse um comunicado.

As medidas já causaram mais de 100 milhões de euros (125 milhões de dólares) em prejuízos para os agricultores, disse Gert-Jan Oplaat, presidente da associação dos criadores de aves. Grupos do setor dizem que a prorrogação poderia falir pequenos produtores.

Infecções também foram descobertas em fazendas na Alemanha e na Grã-Bretanha.

A infecção anunciada nesta quinta-feira era do tipo H5, disse o governo, mas não ficou claro se era o vírus H5N8 variação altamente contagiosa descoberta na semana passada em uma fazenda a 20 km de distância.

Como no surto anterior, as autoridades impuseram uma zona de restrição de 10 km ao redor da fazenda em Ter Apel, no centro da Holanda, e estavam fazendo testes para o vírus em quatro fazendas próximas.

Mais conteúdo sobre:
GRIPEAVIARIAHOLANDA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.