Nova gripe pode ser menos virulenta do que se temia, diz Obama

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta sexta-feira a líderes da comunidade hispânica que o vírus da gripe H1N1 aparentemente não é tão virulento como se temia, mas que os EUA não estão completamente fora de risco.

REUTERS

08 de maio de 2009 | 14h20

"Quero assegurar a todos que estamos vendo que o vírus talvez não seja tão virulento como nós temíamos inicialmente, mas ainda não estamos fora de risco", disse Obama.

"Ainda temos que tomar precauções."

(Por David Alexander)

Tudo o que sabemos sobre:
GRIPEOBAMAVIRULENTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.