Novartis cortará 2.000 empregos para reduzir custos anuais

A Novartis irá eliminar 2.000 empregos na Suíça e nos Estados Unidos, na tentativa de alcançar redução anual de custos de mais de 200 milhões de dólares, em meio às pressões de preços maiores e um franco suíço forte.

REUTERS

25 de outubro de 2011 | 09h06

As medidas, que afetam 1,7 por cento do quadro de funcionários da farmacêutica suíça, serão implantadas nos próximos três a cinco anos, e devem incluir o fechamento de duas unidades na Suíça e uma na Itália.

A Novartis afirmou ainda que irá terceirizar operações de pesquisa e desenvolvimento, gerenciamento de dados, monitoramento clínico, segurança de medicamentos, entre outras.

A companhia estima um encargo de reestruturação de cerca de 300 milhões de dólares no quarto trimestre.

(Por Katie Reid)

Mais conteúdo sobre:
NOVARTISEMPREGOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.