Novas drogas passarão a ser distribuídas pelo SUS

Cinco novas drogas passarão a ser distribuídas gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS): dois remédios para pacientes com crescimento anormal da próstata (finasterina e doxasozina) e três fitoterápicos, um deles indicado para síndrome de cólon irritável (hortelã), outro para queimaduras e psoríase (babosa) e outro, para dor lombar (salgueiro).

AE, Agência Estado

29 Março 2012 | 18h35

Os remédios integram a nova Relação Nacional de Medicamentos (Rename), lista preparada pelo Ministério da Saúde com remédios distribuídos pelo governo. Até a versão anterior, eram incluídos na Rename apenas remédios de atenção básica. No novo formato, a relação inclui também remédios para tratamento de doenças raras, vacinas e produtos de saúde.

"Isso dará mais transparência", afirma o secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, Carlos Gadelha. "O novo formato permitirá que toda população saiba quais os medicamentos que o SUS oferece", completa. Com a incorporação anunciada nesta quinta-feira, sobe para 11 os fitoterápicos distribuídos pelo governo. A Rename é revista a cada dois anos.

Mais conteúdo sobre:
saúde remédio fitoterápicos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.