Novo deslizamento impede liberação da BR-376, no PR

Chuva em SC bloqueou pista, que vira BR-101 no Estado, e agora não há mais previsão de desbloqueio

Evandro Fadel, O Estado de S.Paulo

25 Novembro 2008 | 17h04

A concessionária Autopista Litoral Sul, que administra a BR-376 no lado paranaense e a BR-101, continuação no território de Santa Catarina, informou, no fim da tarde desta terça-feira, 25, que não há mais prazo para a entrega de dois trechos avariados pelas chuvas na divisa dos Estados. O quilômetro 684 da BR-376 tinha o retorno do tráfego previsto para esta terça, mas um novo deslizamento de terra ocorrido no início da manhã impediu. "Agora depende de melhora das condições de tempo", disse a assessoria da empresa.    Veja também: Chuva bloqueia 30 estradas em SC Defesa Civil alerta para temporais em SC Chuva deixa 137 mil residências sem luz Defesa Civil abre conta para doações 'Em 1 minuto, eu perdi as duas', diz pai Tragédia em Santa Catarina  Veja galeria de fotos dos estragos em SC   Número de vítimas deve subir  Para governador, será preciso muito recurso  Morador de Blumenau relata a situação    A Autopista Litoral Sul mantém uma equipe com 150 pessoas tanto nesse local quanto no quilômetro 13 da BR-101, onde houve afundamento de pista. O desvio para quem precisa trafegar entre os dois Estados é feito pela BR-116, BR-280 e SC-301. No entanto, a concessionária alertou que, por ser o único acesso, a rodovia tem apresentado um fluxo de veículos bastante acima do normal, causando congestionamento em alguns locais, principalmente no trecho paranaense entre Curitiba e Mandirituba.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.