Novo laptop fabricado em Taiwan custará US$ 245

Produto de baixo custo da empresa Asustek quer clientes como governos e entidades educacionais

Reuters

16 de outubro de 2007 | 17h22

A empresa taiwanesa Asustek anunciou nesta terça-feira, 16, que venderá o novo laptop de baixo custo por apenas 7.999 dólares taiwaneses (US$ 245) por aparelho, enquanto a empresa mira usuários casuais em mercados desenvolvidos. Veja também: Famoso laptop de US$ 100 já custa US$ 188 Link - Governo promete um laptop por aluno. Vai sair do papel? A nova linha de notebooks, chamada de Eee PCs, custará no varejo entre 7.999 e 13.888 dólares taiwaneses. A Asustek terá como alvo mulheres e crianças para o produto, disse o presidente da empresa, Jonathan Tsang, em um evento para promover a nova linha. Nos mercados emergentes, a companhia buscará compradores maiores como governos e organizações educacionais, vendendo o Eee PCs por apenas US$ 199 a unidade. "Pelo fato de eles estarem saindo relativamente tarde, nós esperamos exportar 200 mil neste ano", afirmou ele. "Esse número deve ser razoável. No próximo ano nós vamos exportar mais de 3 milhões de unidades." A nova linha de PCs estará disponível inicialmente em inglês e em chinês clássico, para ser vendido em Taiwan. Versões em chinês simplificado, francês, alemão e italiano serão lançadas posteriormente. Em um avanço significativo, a Asustek anunciou que lançará uma versão do PC de baixo custo com o sistema operacional Windows, da Microsoft, após divulgar inicialmente que todos os computadores portariam o sistema operacional de fonte livre Linux. O Eee PC terá o nome da marca Asustek, já que a empresa taiwanesa procura seguir os passos da concorrente doméstica Acer, na tentativa de desenvolver uma marca globalmente reconhecida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.