Novo plano de ajuda bancos não é opção, diz premiê britânico

O governo britânico está negociando com bancos o aumento de empréstimos para companhias em busca de crédito, mas um novo plano de ajuda aos bancos não é cogitado no momento, afirmou o primeiro-ministro Gordon Brown no domingo. "Eu não acho que essa é a primeira coisa que alguém pensaria no momento", disse Brown em entrevista à BBC, quando questionado se o governo planeja um segundo pacote para a recapitalização dos bancos. O governo destinou até 37 bilhões de libras (53 bilhões de dólares) em outubro para fortalecer o capital de três grandes bancos britânicos. Os bancos foram fortemente atingidos pela crise financeira global que empurra a economia britânica para a recessão. A BBC e o jornal The Times noticiaram no sábado que o governo estava avaliando um segundo pacote de ajuda porque as medidas tomadas até o momento falharam em estimular a oferta de crédito novamente. "Nós temos outras maneiras com as quais tentaremos colocar liquidez e dinheiro no sistema", disse Brown. Companhias estão enfrentando problemas devido à falta de financiamento bancário, segundo ele. "Nós temos que resolver esse problema nas próximas semanas. Isso é o que nós estamos urgentemente negociando com os bancos no momento".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.