Novos tremores seriam menores, diz geólogo da UnB

A população não deve entrar em pânico caso ocorram novos tremores de terra no País nos próximos dias. Eles devem ser de magnitude menor do que o da noite de ontem, de 5,2 graus na Escala Richter, sentido nos Estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná e Santa Catarina. "O mais importante é não entrar em pânico. Não tem porquê ficar preocupado nem ansioso esperando os pós-abalos", disse o geólogo do Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB), Cristiano Chimpliganond. O especialista lembra ainda que os chamados pós-abalos podem acontecer e nem ser percebidos. "Eles podem aparecer em um intervalo de minutos ou até semanas depois do evento inicial, que teve origem a 270 km do litoral de São Paulo", explicou.

ANA LUÍSA WESTPHALEN, Agencia Estado

23 de abril de 2008 | 13h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.