Número de desaparecidos após nevasca no Nepal pode chegar a 85, diz associação

Ao menos 85 montanhistas não foram localizados após uma tempestade ter causado nevascas e avalanches ao longo de uma trilha bastante frequentada por mochileiros, disse a Associação de Agências de Caminhadas do Nepal nesta quinta-feira.

REUTERS

16 de outubro de 2014 | 08h37

Ao menos 20 pessoas morreram durante a tempestade. Equipes civis e militares de resgate dizem que o número de desaparecidos é baseado em um registro sobre a presença de montanhistas na área afetada. Nem todos os não localizados estão necessariamente desaparecidos e podem já ter deixado a área de trekking.

Gopal Babu Shrestha, tesoureiro da Associação de Agências de Caminhadas do Nepal, disse que 23 pessoas foram resgatadas. Cerca de 15 montanhistas se recuperavam em um hospital de Kathmandu, disse ele.

"Esse é um dos piores acidentes de montanhismo de que eu consigo me lembrar", disse Shrestha.

Shrestha participou de operações de resgate por helicóptero na quarta-feira e disse ter visto o que pareciam ser pessoas encurraladas ao longo da trilha, mas que ainda não conseguiram ser alcançadas pelas equipes de resgate.

(Reportagem de Gopal Sharma em Kathmandu e Andrew MacAskill em Nova Dhéli)

Mais conteúdo sobre:
NEPALNEVASCA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.