Número de homicídios cai 20,7% no trimestre em SP

O índice de homicídios no Estado de São Paulo caiu 20,7% no último trimestre, em relação ao mesmo período do ano passado, conforme a Estatística da Criminalidade divulgada hoje pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo. Já extorsão mediante seqüestro cresceu 30,4% no mesmo período de comparação. O balanço atesta que o índice vem caindo há vinte e cinco trimestres consecutivos e a última queda foi uma das maiores da série. O levantamento aponta que a redução no número de homicídios, desde 1999, atinge 63% no Estado e 72% na capital paulista.Na comparação do último trimestre com período equivalente do ano anterior, a principal queda foi verificada em roubos a bancos, com diminuição de 52,85% nos casos. Foram 58 roubos a banco entre julho e setembro de 2007, ante 123 na mesma época do ano passado. Também recuaram a quantidade de tentativa de homicídios (24,44%) e de homicídio doloso (com intenção de matar), com queda de 20,65%. Além disso, caíram os números de furto de veículos (14,22%), de roubo de veículos (9,59%) e de latrocínio (5,36%).Entre os crimes que tiveram aumento, além de extorsão mediante seqüestro estão o ato de lesão corporal culposa (sem intenção), com alta de 28,15%; lesão corporal culposa por acidente de trânsito, com 11,37%; e lesão corporal dolosa (com intenção), com 2,40%. O número de casos de tráfico de entorpecentes passou de 4.729, de julho a setembro de 2006, para 5.677 no mesmo período deste ano, o que corresponde a um avanço de 20,05%. Nos casos de homicídio culposo (sem intenção), houve crescimento de 14,88%. Também aumentaram homicídio culposo por acidente de trânsito (13,35%), número de estupros registrados e número de prisões efetuadas (8,12%).

PEDRO HENRIQUE FRANÇA, Agencia Estado

01 de novembro de 2007 | 15h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.