Número de latrocínios dobra na cidade de São Paulo

O número de vítimas de latrocínios (roubo seguido de morte) dobrou na cidade de São Paulo no primeiro bimestre de 2013. É o que revelam as estatísticas da criminalidade divulgadas nesta segunda-feira pela Secretaria de Segurança Pública do Estado, referentes ao mês de fevereiro. Foram registradas 30 vítimas de latrocínio em janeiro e fevereiro, sendo 15 em cada mês. O número é o dobro dos 15 mortos em latrocínios computados no primeiro bimestre do ano passado - sete em janeiro e oito em fevereiro.

RICARDO CARVALHO, Agência Estado

25 de março de 2013 | 10h32

As estatísticas de fevereiro também mostram um aumento dos homicídios dolosos na capital. Foram 187 boletins de ocorrência para o crime, entre janeiro e fevereiro, com 200 vítimas - uma mesma ocorrência pode ter mais do que uma vítima. O número é 15,5% maior na comparação com os 158 casos de homicídio doloso nos dois primeiros meses de 2012 (169 vítimas).

Também houve crescimento dos casos de estupro na cidade. Nos dois primeiros meses deste ano, foram 556 ocorrências, versus 431 contabilizadas em igual período do ano passado. O aumento foi de 22,5%.

Tudo o que sabemos sobre:
CriminalidadeSão Paulolatrocínios

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.