Número de mortos em terremoto na Costa Rica sobe para 13

O número de mortos em um forte terremoto na Costa Rica subiu para 13 na sexta-feira e as autoridades temem que mais corpos serão achados em meio aos escombros de um enorme deslizamento de terra. Dez pessoas foram soterradas com o deslizamento de terra na cachoeira de La Paz, disse Luiz Guzman, porta-voz da Cruz Vermelha. Popular entre os turistas, a cachoeira fica nos arredores do vulcão Poás. O tremor de magnitude 6,1 devastou o parque nacional do vulcão Poad, no norte da capital, San José, causando enormes deslizamentos de terra e bloqueando as estradas que levam ao parque. Foram registradas três mortes na quinta-feira: um adolescente e duas meninas que vendiam balas no parque. O governo se apressava para contratar helicópteros privados para levar ajuda à região. "Há muitos ônibus e veículos presos", disse o vice-ministro de Segurança Pública José Torres. Cerca de 300 turistas procuraram abrigo no vale perto do vulcão, para passar a noite depois do terremoto. As autoridades temem que mais vítimas possam ser encontradas nas casas destruídas pelo tremor. (Reportagem de John McPhaul)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.