Número de voos cancelados chega a 270 no País

As operações aéreas foram prejudicadas hoje no País por causa de uma forte neblina. Dos 1.441 voos domésticos programados até as 17 horas, 270 haviam sido cancelados e 229 registraram atrasados superiores a 30 minutos.

CAROLINA SPILLARI, Agência Estado

24 Junho 2011 | 18h00

O Aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo, passou a operar visualmente somente às 11h10 desta manhã e chegou a ter 50 voos cancelados e 42 atrasados até as 17 horas. Entre 6 horas e 8h41, o terminal ficou totalmente fechado. Às 6h20, abriu só para decolagem, fechando novamente às 7h05. Às 7h26, retomou as operações de decolagens. Por volta das 17h30, havia filas e movimento somente no check-in das companhias, informou a assessoria do aeroporto.

O Aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, teve situação semelhante a de Congonhas. Ficou fechado em função do nevoeiro para pousos das 23 horas de ontem às 9h40 desta manhã. Por volta das 17h30, o movimento era tranquilo, informou a assessoria do aeroporto. No terminal, foram cancelados 10 voos e 21 atrasaram. No Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, os voos suspensos chegaram a 38 e os atrasados, a 32. No entanto, o terminal não fechou.

No Rio de Janeiro, o Aeroporto Santos Dumont, na região central, foi o mais prejudicado, com 16 cancelamentos e seis atrasos. No Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, 20 voos foram suspensos e 10 atrasaram.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.