O bom cabrito não tem pressa

Aberto apenas para o almoço sábado e domingo - e só com reserva -, o bistrô do Capril do Bosque é programa para quem quer comer sem pressa, aproveitando a paisagem. Lugar pra lá de simpático, com pé-direito alto, decorado com móveis e objetos de artesãos locais, serve comida do campo com toques de requinte.

O Estado de S.Paulo

25 Julho 2013 | 02h23

O cardápio é fixo, pequeno e permeado pelo queijo de cabra. O boursin com azeite de ervas acompanha o cesto de pães caseiros quentinhos no couvert; está na salada de folhas da horta com figos e nas terrines do mar e da terra, servidas como entrada. O camembert é ingrediente do risoto servido com cabrito (da raça boer, comprado) assado a lenha, a principal pedida ali. E, na sobremesa, o queijo aparece na forma de um cheescake de frutas vermelhas.

A cozinha é comandada por Juliana Raposo, filha de Heloisa. "Fazemos tudo na hora, por isso não adianta ter pressa", explica a ex-jornalista que trocou o computador pelas panelas. "Quase tudo aqui é natural. A gente só abre caixa ou lata quando é inevitável", diz.

ONDE FICA

Capril do Bosque, Joanópolis, 120 km de São Paulo. Fins de semana e feriados, com reservas. Contato: (11) 99609-0773 e caprildobosque.blogspot.com

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.