Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

O computador pessoal completa 25 anos

O primeiro computador pessoal, o PC, foi lançado pela IBM há exatos 25 anos, no dia 12 de agosto de 1981, causando uma revolução tanto no ambiente de trabalho como nas residências. Ele veio em três versões, a mais barata custando US$ 1.565 (o equivalente a cerca de R$ 3,378.04), com apenas 16k de memória, o que corresponde à capacidade de dois e-mails convencionais de hoje.A versão mais barata vinha com a CPU e o teclado, sem incluir o monitor e o drive de disquete. Ele vinha com a linguagem de programação Microsoft BASIC. As máquinas podiam apresentar gráficos em quatro cores diferentes e texto em 24 cores. Ele também incluía um alto-falante mono embutido, para música e áudio. Sistema pessoal O PC da IBM foi lançado com jogos e ferramentas rudimentares, incluindo um tutorial de música. Havia também um jogo chamado Microsoft Adventure. Ele era um jogo de aventura que não usava gráficos, mas apenas texto. A Microsoft também fornecia o sistema operacional das máquinas originais, o DOS. "Este é o computador para todos que desejam um sistema pessoal no escritório, no campus estudantil ou em casa", disse, na época, CB Rogers Jr., da IBM.CustoA versão mais cara do primeiro PC, destinado para o escritório, custava US$ 4.500. Se convertido para valores atuais, a versão mais barata do PC custaria cerca de US$ 3.539,70.Os drives de disquete eram opcionais, mas um disquete de 5.25 polegadas poderia armazenar outros 160k de informação. O consumidor atual teria muitas opções com um orçamento de US$ 3.539,70 para gastar em um PC. Uma máquina Área-51 5500, por exemplo, tem um processador duplo de 1.8 GHZ, mais de 765 vezes mais potente do que o PC original.Com 1GB de memória, ela tem 65 mil vezes mais capacidade do que o IBM original. O disco rígido de 160GB é equivalente a mais de um milhão de disquetes dos usados nas máquinas de 1981.O PC ajudou a padronizar a informação mundialmente. Os dados de um PC passaram a poder ser lidos em outros. Existem mais de um bilhão de PCs em operação no mundo hoje. Embora o mercado tenha se estabilizado em parte do mundo desenvolvido, ele continua a crescer significativamente na América Latina e na Ásia.

Agencia Estado,

11 de agosto de 2006 | 17h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.