O Piemonte vem ao La Tambouille

Quando assumiu o Al Sorriso, em Soriso, Itália, Luisa Valazza nunca tinha cozinhado profissionalmente. Mas isso foi na década de 80. Agora, a chef italiana que chega a São Paulo no fim de semana é tri-estrelada

Cíntia Bertolino ,

29 Julho 2010 | 13h09

3 x 3. A chefe tri e a sua crema em três versões

 

 

Este ano o La Tambouille comemora 40 anos. E como apenas um dia de festa seria pouco, Giancarlo Bolla, dono do restaurante, convidou a chef italiana Luisa Valazza, do Relais & Châteaux Al Sorriso, para dar início às celebrações com dois jantares - nos dias 2 e 3 de agosto.

 

Luisa é uma das poucas mulheres no mundo à frente de um restaurante três estrelas no Guia Michelin. Na Itália, apenas outras duas cozinheiras têm a cotação máxima do guia francês.

 

Especialista em literatura italiana, Luisa não cozinhava profissionalmente até assumir o Al Sorriso, na década de 80. "No início, passava um tempão na cozinha debruçada sobre livros, mas logo comecei a ficar mais segura e a experimentar ideias próprias", disse a chef em entrevista ao Paladar de Soriso, na Itália.

 

Sua culinária reverencia o terroir, com forte apelo à qualidade e frescor dos ingredientes. "Minha cozinha é de simplicidade, de grande respeito ao produto", diz. "Em Soriso, temos cogumelos o ano todo, além de trufas - as brancas no outono, a negra e a cinza na primavera", diz. "Claro, não posso esquecer dos vinhos. O Piemonte é a região mais rica em ingredientes da Itália."

 

Esta é a primeira vez que Luisa vem ao Brasil. Também é a primeira ocasião em que vai cozinhar com ingredientes brasileiros. "Conheço só os produtos que chegam a nosso mercado, mas sei que vocês têm carnes e legumes muito bons", disse.

 

Giancarlo Bolla conheceu a chef em sua última viagem à Itália. "Gostei muito da comida dela; é uma cozinha tradicional, com uma apresentação atual."

 

Ele garante que a diferença de ingredientes não será problema. "Desde que convidamos Luisa, ficamos em contato para definir o menu. Ela nos mandou um cardápio e cortamos cinco pratos. Um deles, em função de um ingrediente: o funghi porcini fresco que não temos", conta.

 

O jantar vai começar com cannolo de berinjela com vieira gigante do Pacífico. Como entrada, lagostins do Espírito Santo com musse de feijão branco. Para o prato principal duas opções: fagottini caseiro com recheio de leitão ao tartufo nero, ou filé mignon de novilho com crosta de avelã ao molho de Barolo e vegetais. A sobremesa começa com o trio de crema cotta, da foto: café, lavanda e alcaçuz. E tem também bunet, pudim piemontês com zabaglione al Moscato.

 

 

La Tambouille

Av. 9 de Julho, 5.925, Itaim Bibi. Dias 2 e 3/8. Reservas: 3079-6277. R$ 580 (com vinho)

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.