O que passou

SEG. 20/06

O Estado de S.Paulo

26 Junho 2011 | 00h24

PMDB cobra mais 48 cargos no governo

No primeiro encontro com a nova ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, o PMDB cobrou 48 cargos de segundo e terceiro escalões que estariam prometidos desde o início do governo Dilma Rousseff. O acordo tem em vista apaziguar os ânimos da base aliada no Congresso.

Escândalo na Saúde derruba mais um em SP

A investigação da polícia paulista que revelou desvio de recursos para pagamento de plantões médicos não realizados e derrubou o secretário de Esporte, Lazer e Juventude, o médico Jorge Pagura na sexta-feira, apontou novas fraudes. Desta vez, em licitações para a compra de equipamentos para o hospital de Sorocaba. O novo escândalo acabou fazendo uma nova vítima no governo estadual: o coordenador de Serviços da Saúde, Ricardo Tardelli.

TER. 21/06

Dilma desiste de apoiar sigilo eterno de documentos

Diante das pressões dos senadores e da sociedade e das manifestações dos ministros das Relações Exteriores e da Defesa, a presidente Dilma Rousseff decidiu que não vai mais vetar o fim do sigilo eterno nos documentos ultrassecretos, como havia decidido a Câmara.

Obama anuncia plano de retirada do Afeganistão

O porta-voz da Casa Branca, Jay Carney, anuncia que o presidente Barack Obama dará início à retirada gradual de soldados americanos do Afeganistão. O primeiro contingente, estimado entre 3 mil e 5 mil militares, equivale a 5% do total das tropas dos EUA no front e deve sair até setembro. Um segundo lote, de até 5 mil soldados, sairá até o fim do ano, e outros 20 mil serão retirados em 2012 - ano em que Obama tentará a reeleição.

Ex-vedete Wilza Carla é sepultada no Rio

O corpo da atriz e ex-vedete Wilza Carla (foto) é sepultado no Cemitério São Francisco Xavier, região portuária do Rio. Morta na madrugada do dia 19 no Hospital das Clínicas, em São Paulo, aos 75 anos, Wilza sofria de diabete e problemas cardíacos. Famosa por interpretar a personagem Dona Redonda na novela Saramandaia (1976), da Rede Globo, Wilza morreu esquecida pelo público.

QUA. 22/06

Roberto Carlos se retira após banana em campo

O lateral-esquerdo do Anzhi retirou-se de campo na Rússia após torcedores do rival Krylya Sovetov, que perdia o jogo de 3 a 0, atirarem uma banana em sua direção. "O insultado não fui apenas eu, mas todos os jogadores", disse Roberto Carlos, que já havia passado por uma situação de racismo em março, durante uma partida em São Petersburgo. A federação de futebol russa abriu investigação para apurar o incidente.

Câmara quer dobrar salário de Kassab

A Câmara Municipal de São Paulo apresentou projeto para dobrar o salário do prefeito Gilberto Kassab (sem partido) e elevar em 250% os vencimentos de seus 27 secretários, além de, pela primeira vez, pagar 13º salário - o que motivou decisão contrária do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Só com os 12 salários, o impacto nas contas públicas será de R$ 4.802.377,46 anuais.

SEX. 24/06

Hackers divulgam dados da Petrobrás e do IBGE

Grupos de hackers divulgam dados dos computadores da Petrobrás e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Desde o dia 22, uma série de ataques a sites governamentais expôs informações sigilosas e tirou sites do ar por horas.

Dez morrem em protestos na Síria

Ao menos dez pessoas morrem em nova onda de protestos contra o regime do presidente sírio, Bashar Assad (foto). Ativistas de direitos humanos informaram que cinco pessoas foram mortas na cidade de Kisweh, três outras em manifestação na capital e duas em Homs, oeste do país. Desde o início dos protestos, em março, 1.300 pessoas teriam sido mortas no país.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.