O que passou

SEG. 12/9

O Estado de S.Paulo

18 de setembro de 2011 | 00h09

Strauss-Kahn admite que tentou beijar jornalista

O ex-diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional Dominique Strauss-Kahn disse à polícia francesa que tentou beijar a jornalista Tristane Banon durante uma entrevista, em fevereiro de 2003. Interrogado durante três horas, ele declarou que imaginou ter o consentimento de Banon para o beijo, mas, diante da rejeição, não insistiu. Pela versão da jornalista, ele se jogou em cima dela numa tentativa de estuprá-la. Promotores devem decidir em breve se vão abrir uma investigação judicial ou arquivar o caso.

Decretada a prisão de PMs acusados de matar juíza

Três policiais militares tiveram a prisão temporária decretada por participação no assassinato da juíza Patrícia Acioli há um mês, em Niterói. Indiciados por homicídio duplamente qualificado, o tenente Daniel dos Santos Benitez e os cabos Sergio Costa Junior e Jefferson Araújo Miranda, que atuavam em São Gonçalo, são acusados também pela morte de um jovem em junho deste ano. A prisão deles tinha sido decretada por Patrícia horas antes de sua morte e pode ter motivado o assassinato da juíza. Eles negam o crime.

TER. 13/9

Taleban ataca Embaixada dos EUA no Afeganistão

Armados com granadas, fuzis e bombas, insurgentes do Taleban atacam a embaixada americana em Cabul, capital do Afeganistão, e o quartel-general da Otan, matando 6 pessoas e ferindo 16. O objetivo da ação foi lançar dúvidas sobre a capacidade do governo afegão de proteger a população e mostrar como o Taleban ainda consegue se infiltrar em áreas fortemente guardadas do centro da capital.

Acidente de trem na Argentina mata 11

Uma colisão de um ônibus e dois trens no bairro de Flores, na periferia de Buenos Aires, mata 11 passageiros e fere 200. O trem se chocou com um ônibus que tentava cruzar os trilhos. O veículo foi esmagado contra uma parede e ficou prensado. O trem descarrilou e atingiu outro que estava parado na estação em sentido oposto. Foi o pior acidente ferroviário do país nos últimos 50 anos.

QUA. 14/9

Cai o quinto ministro do governo Dilma

A presidente demite Pedro Novais (PMDB-BA) do cargo de ministro do Turismo, depois da revelação de que ele usava dinheiro da Câmara para pagar a governanta e o motorista particular da mulher. Novais é o quinto ministro a cair em oito meses de governo Dilma. Seu substituto é Gastão Vieira, também do PMDB.

QUI. 15/9

Cameron e Sarkozy visitam a Líbia

Principais defensores da intervenção da Otan na Líbia, o presidente francês, Nicolas Sarkozy, e o primeiro-ministro da Grã-Bretanha, David Cameron, são recebidos como heróis pelos rebeldes líbios. Os dirigentes passaram por Benghazi e Trípoli, onde foram recebidos por membros do governo de transição dos rebeldes. Primeiros líderes estrangeiros a visitar a Líbia pós-Kadafi, eles prometeram ajuda econômica ao país e garantiram que não desistirão de capturar o ditador.

Fotos de Scarlett nua são verídicas, diz advogado

O advogado da atriz americana Scarlett Johansson confirma que as fotos da atriz nua que vazaram na internet são verídicas e que a artista vai tomar as providências legais contra os hackers que invadiram seu celular em que estavam as fotos. "As fotos altamente pessoais e privadas mostram nossa cliente fotografando a si mesma em sua casa, nua e/ou topless", disse o advogado que alega que a publicação não autorizada implicará ação judicial.

Dalai-lama faz viagem ao Brasil

O líder espiritual tibetano chega a São Paulo vindo da Argentina, num tour pela América Latina que também incluiu o México. É a quarta vez que Tenzin Gyatso, o 14º dalai-lama visita o País. Em São Paulo, ele se encontrou com empresários, líderes religiosos e cientistas. "Somos todos iguais. Compartilhamos uma só casa que devemos cuidar. As diferenças de língua, de religião ou de cultura devem estar em nível secundário", disse em entrevista coletiva.

Premiê de Israel diz que vai à ONU barrar Palestina

O premiê israelense, Benyamin Netanyahu, disse que na semana que vem pretende falar na Assembleia-Geral da ONU contra a criação do Estado Palestino. Já o presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, deu sinais de que pretende formalizar o pedido de reconhecimento de um Estado em seu discurso na sexta-feira, 23, durante reunião das Nações Unidas. "A Assembleia-Geral não é lugar onde Israel costuma ser ouvido. Mas eu decidi dizer a verdade diante dos que queiram nos escutar", disse o presidente de Israel.

SEX. 16/9

PUC fecha campus para evitar festival canábico

O principal campus da PUC, na Rua Mone Alegre, em São Paulo é fechado sexta-feira por ordem do reitor, Dirceu de Melo. As aulas foram suspensas para impedira a realização 1º Festival de Cultura Canábica, organizado pelos alunos no Facebook. O delegado Wagner Giudice, do Departamento Estadual de Investigações sobre Narcóticos, disse que os organizadores do festival serão investigados pela Polícia Civil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.