O segredo de escrever bem? Para Liebling, só gostando de comer

Com uma memória gustativa portentosa e uma capacidade de discorrer longamente sobre cada gole, cada garfada, A. J. Liebling (1904-1963) está presente nas duas coletâneas. Porém, quem quiser lê-lo em português pode recorrer a Fome de Paris (Ediouro, R$39,90). Aqui, um trecho de uma das crônicas do livro, Um Bom Apetite (também publicada em Secret Ingredients). ''O principal requisito para se escrever bem sobre comida é ter um bom apetite. Sem isso, torna-se impossível acumular, dentro de um prazo previsto, a experiência de comensal necessária para dar a partida a alguma coisa que valha a pena. Para efeitos de pesquisa de campo, cada dia traz apenas duas oportunidades, que não devem ser desperdiçadas na tentativa de minimizar a ingestão de colesterol. Elas são tão indispensáveis quanto as horas de estrada de um lutador premiado... Um bom apetite dá ao comensal bastante espaço de manobra...''

O Estado de S.Paulo

31 Janeiro 2008 | 03h44

Mais conteúdo sobre:
gastronomia livros

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.