OAB-RJ cria comissão para fiscalizar doações às vítimas

A Seccional do Rio de Janeiro da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RJ) irá criar uma comissão de emergência para acompanhar o destino do dinheiro encaminhado às cidades serranas do Estado afetadas pelas chuvas. Segundo o presidente da OAB-RJ, a recuperação das cidades será longa, por isso a necessidade da entidade estar presente em toda a fase de reestruturação.

EQUIPE AE, Agência Estado

26 de janeiro de 2011 | 17h50

Hoje, as diretorias da Seccional e da Caixa de Assistência dos Advogados do Estado do Rio de Janeiro (Caarj) se reuniram com representantes da Subseção de Nova Friburgo para debater novas medidas de apoio aos profissionais das regiões mais afetadas pelas chuvas.

Segundo a assessoria de OAB-RJ, no encontro, ficou decidido que a entidade manterá a suspensão do pagamento da anuidade para os advogados das cidades serranas e será a intermediadora da ADVCred, cooperativa de crédito dos advogados do Estado do Rio de Janeiro, para a liberação de empréstimos aos profissionais que precisarem reconstruir suas casas e escritórios.

A entidade também firmou parceria com a Casa da Moeda para a elaboração de uma cartilha com os direitos da população atingida pela tragédia. O folheto terá informações sobre o aluguel social e explicará os processos de retirada de benefícios como o fundo de garantia e a Previdência Social.

Tudo o que sabemos sobre:
doaçõesOABfiscalizaçãochuvasRJ

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.