Obama: após crise fiscal, Washington precisa mudar

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou que a maneira como as coisas são negociadas em Washington precisa mudar. Em seu discurso semanal de rádio e internet, Obama disse aos norte-americanos que sua frustração com a política é compreensível, se referindo à crise fiscal que paralisou o governo e aproximou os EUA de um default.

WASHINGTON, Agência Estado

19 Outubro 2013 | 08h41

Obama apontou ainda que, mesmo com o fim da crise, republicanos e democratas não irão concordar em tudo, mas devem encontrar áreas de conformidade. Ele está pressionando o Congresso para avançar na discussão sobre um orçamento, um projeto de lei agrícola e revisão da lei de imigração.

No pronunciamento republicano, o procurador-geral do Estado norte-americano de Virginia, Ken Cuccinelli, disse que a lei de saúde de é uma afronta às liberdades e que a sua implementação tem sido um constrangimento nacional. Cuccinelli é candidato a governador da Virginia. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
eua crise congresso

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.