Obama aposta em triunfo e Hillary olha para a frente

Pré-candidatos democratas disputam primárias em Washington e arredores.

Bruno Garcez, BBC

12 de fevereiro de 2008 | 07h50

Os dois pré-candidatos democratas à Presidência americana, a senadora Hillary Clinton e o senador Barack Obama, disputam nesta terça-feira primárias simultâneas na capital americana, Washington DC, e nos dois Estados nos arredores da cidade, Virgínia e Maryland.As pesquisas indicam que Obama poderá colher novas vitórias na chamada Primária do Potomac, em referência ao rio que banha a região.Um total de 168 delegados está em jogo nas primárias desta terça - 83 na Virgínia, 70 em Maryland e 15 em Washington DC.Mas a campanha de Hillary já está focada nas primárias em que a candidata poderá obter êxito, no início de março, nos Estados do Texas e do Ohio, que contam, respectivamente, com fortes eleitorados hispânicos e femininos e expressivos colégios eleitorais.Para os democratas, o Texas conta com 193 delegados, e o Ohio oferece um total de 141.Hillary tem conseguido atrair o voto latino em diferentes Estados e as mulheres têm sido suas mais fiéis eleitoras. Obama conta com a preferência esmagadora dos eleitores negros, que constituem a maioria em Washington, além do apoio dos jovens e dos eleitores brancos do sexo masculino.No final de semana, Obama obteve vitórias importantes nas prévias eleitorais dos Estados de Washington, Nebraska, Louisiana e Maine.A sucessão de conquistas do senador provocou uma reviravolta na campanha de Hillary, com a substituição de sua gerente de campanha.RepublicanosDo lado republicano, o senador John McCain é o favorito para vencer nas primárias desta terça-feira, e permanece sendo o favorito para obter a indicação do Partido Republicano para disputar a Presidência.Mas o outro pré-candidato republicano na disputa, o ex-governador Mike Huckabee, diz que não pretende abandonar a corrida presidencial.Huckabee afirma que só deixará a disputa quando estiver matematicamente eliminado, ou seja, quando e se John McCain conquistar os 1.191 delegados que de precisa para obter a indicação de seu partido.Até agora, de acordo com estimativas da agência Associated Press, McCain possui 729 delegados, contra 241 de Huckabee.O ex-governador Mitt Romney, que abandonou a corrida presidencial recentemente, não manifestou apoio a nenhum dos candidatos, o que deixa em aberto o caminho que será seguido pelos delegados que conquistou enquanto ainda estava na corrida eleitoral - um total de 288.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.