Obama 'gera esperança na AL', diz jornal boliviano

'La Razón' afirma que vitória é passo histórico e fim de unilateralismo de Bush.

Marcia Carmo, BBC

05 Novembro 2008 | 14h18

A vitória do democrata Barack Obama é a manchete dos principais jornais da Bolívia e também da Agência Boliviana de Informação (ABI), a agência oficial de notícias do governo. O La Razón, um dos mais lidos da Bolívia, destaca que a eleição de Obama gera "esperança na América Latina" de que ocorrerá o "fim do unilateralismo" da era George W. Bush, que provocou o aumento do sentimento "anti-americano" na região."Obama encontrará uma América Latina num processo de mudanças, com iniciativas como a Unasul, que exigirá compreensão por parte dos Estados Unidos", afirma o jornal.O La Razón diz que a eleição de Obama representa ainda uma "importante derrota" do Partido Republicano, de Bush. MoralesUma reportagem da agência desta quarta-feira afirma que a chegada de Obama à Casa Branca é "um fato histórico". E destaca uma das primeiras declarações do presidente eleito dos Estados Unidos, logo depois de que sua vitória foi confirmada. "A mudança chegou aos Estados Unidos". A ABI afirma ainda que os democratas conseguiram "capitalizar a insatisfação" dos hispânicos com o "radicalismo" das medidas contra a imigração impostas por setores do Partido Republicano, de Bush.O artigo da ABI não fez referência ao delicado momento da relação entre o governo de Bush e o do presidente Evo Morales. Na véspera, Morales havia afirmado que preferia a eleição "do azul", numa referência à cor do partido de Obama.Em setembro, o presidente boliviano determinou a saída do embaixador dos Estados Unidos no país. Pouco depois, Bush pediu que não fosse renovado acordo de preferências tarifárias para as exportações bolivianas ao mercado americano - o chamado APTEA (Acordo de Preferências Tarifárias e combate às drogas, na sigla em espanhol). No fim de semana, Morales ordenou a saída do escritório da DEA (a agência americana de combate às drogas). Foi nesse clima, que o ministro das Relações Exteriores da Bolívia, David Choquehuanca, declarou na terça-feira que a eleição de Obama poderia melhorar a relação entre os dois países. "Esperamos novos tempos", disse, segundo a rádio Fides, de La Paz. Nesta quarta, os principais jornais do país como La Razón e El Diario, de La Paz, e El Nuevo Día, de Santa Cruz, destacam que a eleição de Obama é "um fato histórico".Eles ressaltam a importância da chegada do "primeiro negro" à Casa Branca e ainda a "grande quantidade de eleitores" que compareceram às urnas e permitiram essa vitória.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.