Obama quer levar Internet sem fio a 98% dos norte-americanos

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, vai anunciar nesta quinta-feira um plano para expandir o acesso sem fio à Internet no país para 98 por cento dos norte-americanos.

JEFF MASON, REUTERS

10 Fevereiro 2011 | 09h27

Durante viagem ao Estado de Michigan, que tem sido duramente atingido pela crise econômica do país, Obama vai propor investimento de 5 bilhões de dólares em um fundo para levar conexões rápidas sem fio à Web para regiões rurais.

O governo norte-americano apoiou medida para disponibilizar 500 megahertz de espectro ao longo da próxima década para atender à crescente demanda por serviços banda larga.

A Comissão Federal de Comunicações do país (FCC) espera reescalonar espectro de 120 megahertz por meio de leilões em que emissoras de televisão como CBS vão entregar frequências em troca de uma parte dos recursos levantados nos leilões.

A Casa Branca afirma que espera que os leilões e o uso mais eficiente do espectro levantem 27,8 bilhões de dólares na próxima década.

Além do fundo para ajudar as regiões rurais do país, Obama vai propor investimento de 3 bilhões de dólares dos recursos obtidos em "pesquisa e desenvolvimento de tecnologias e aplicações emergentes de comunicação sem fio", afirma a Casa Branca em comunicado divulgado antes da viagem do presidente norte-americano.

O orçamento de Obama também vai propor 10,7 bilhões de dólares em investimento no desenvolvimento de uma rede sem fio de apoio a agências de segurança pública.

Mais conteúdo sobre:
TECH OBAMA SEMFIO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.