Obama se desculpa por chamar repórter de 'docinho'

Senador não respondeu a pergunta de jornalista durante campanha no Michigan.

Da BBC Brasil, BBC

15 de maio de 2008 | 13h50

O senador Barack Obama, pré-candidato democrata à Presidência americana, pediu desculpas a uma repórter por tê-la chamado de "docinho".Segundo o jornal Detroit News, o incidente teria ocorrido durante uma visita de Obama a uma fábrica de automóveis em Detroit, no Estado de Michigan.Quando a repórter Peggy Agar, da WXYZ TV, perguntou o que ele faria pelos trabalhadores do setor automobilístico, o senador respondeu: "Espera um pouco, docinho. Vamos fazer uma coletiva de imprensa. Obrigado". Ainda de acordo com o Detroit News, ao se arrepender da maneira como tratou a jornalista, Obama deixou uma mensagem em sua secretária eletrônica, que mais tarde foi transmitida em um canal de TV."Essa é uma mania ruim que eu tenho. Eu às vezes faço isso com várias pessoas. Eu não quis desrespeitá-la e me sinto mal por isso", disse Obama, que esteve em Michigan em campanha."Fique à vontade para me ligar de volta. Eu espero que a minha equipe de imprensa fará o possível por você na próxima vez que voltarmos a Detroit".Esta foi a segunda vez que Obama foi pego se referindo a alguém como "docinho". A primeira vez foi em abril, na Pensilvânia, quando se dirigiu a uma operária. A repórter disse que o pedido de desculpas lhe surpreendeu e que tinha ficado mais preocupada pelo fato de ele não ter respondido à pergunta."Já fui chamada de coisa pior", disse ela ao Detroit News."Os moradores de Michigan têm que decidir em quem vão votar. Obama poderia ter parado um segundo para dizer o que ele vai fazer por eles." BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Mais conteúdo sobre:
obamadocinhodesculpasrepórter

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.