Obama tem reunião privada com Hillary

O provável candidato democrata àPresidência dos Estados Unidos, Barack Obama, se reuniuprivadamente com a ex-rival Hillary Clinton na quinta-feira,num momento em que o partido busca se unir para a campanhapresidencial após uma longa batalha pela indicação partidária. "A senadora Clinton e o senador Obama se reuniram nestanoite e tiveram uma discussão produtiva sobre o importantetrabalho que precisa ser feito para obter sucesso em novembro",afirma um comunicado conjunto divulgado pelas duas campanhas. O porta-voz da campanha de Obama, Robert Gibbs, disse ajornalistas em um vôo para Chicago que o senador por Illinoisse reuniu com Hillary, mas ele recusou-se a divulgar o local doencontro ou o que foi discutido. Obama deveria ter voltado a Chicago na noite dequinta-feira após um comício no norte da Virgínia, mas nãopegou o vôo e se esquivou dos repórteres que viajavam com elepara se reunir secretamente com Hillary. Gibbs negou informações de que o encontro teria acontecidona casa da ex-primeira-dama em Washington. Enquanto Obama aproveitava seu primeiro evento comoprovável candidato democrata, correligionários de Hillary opressionavam a convidá-la para a vaga de vice em sua chapa paraa disputa contra o republicano John McCain. Mas Hillary procurou distanciar-se desse fato e afirmou quea decisão sobre o candidato a vice-presidente depende apenas deObama. Críticos de Hillary a têm acusado de tentar forçar suaentrada na chapa de Obama como candidata a vice. Um assessor dasenadora por Nova York divulgou comunicado buscando afastaressas agressões. "A senadora Clinton deixou claro ao longo de todo esseprocesso que fará o que puder para eleger um democrata para aCasa Branca. Ela não está buscando a vice-presidência, eninguém fala por ela, exceto ela própria", disse o porta-vozPhil Singer. "A escolha é do senador Obama e somente dele." Aqueles que apóiam uma chapa Obama-Hillary acreditam queessa será a melhor maneira de unir o Partido Democrata após umadura batalha pela indicação partidária. (Reportagem adicional de Jeff Mason e Donna Smith)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.