Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Oito bebês morrem em 18 dias

Em 18 dias, oito bebês morreram na Santa Casa de Misericórdia de Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo. A média mensal é de três óbitos. A causa está sendo investigada, mas suspeita-se que as mortes tenham sido provocadas por infecções. O berçário foi fechado na terça-feira por causa do risco de infecção hospitalar.

Marcela Spinosa, O Estadao de S.Paulo

20 de novembro de 2009 | 00h00

A Santa Casa pediu ajuda ao Hospital Santana para atender as gestantes. Em dois dias, a unidade recebeu 15 grávidas transferidas da Santa Casa.

O chefe da unidade neonatal da Santa Casa, Dante Abensur, afirma que muitos dos bebês morreram em decorrência de infecção. "Infecção que pode ser da mãe ou do hospital. A gente não consegue saber de onde veio", declarou.

De acordo com Abensur, o atendimento foi prejudicado por causa do fechamento para reforma de três das cinco alas de maternidade. Anteontem, a unidade foi autuada pela Vigilância Sanitária porque a reforma não havia sido aprovada e o quadro de funcionários era inferior ao determinado pela legislação.

A Santa Casa tem dez dias para apresentar a defesa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.