Oito estradas continuam interditadas em Santa Catarina

Novo deslizamento de terra bloqueou a BR-376, a principal ligação entre Santa Catarina e o Paraná

Fabiana Marchezi, do estadao.com.br,

02 Dezembro 2008 | 14h12

Oito rodovias de Santa Catarina - uma federal e sete estaduais - continuavam totalmente interditadas no início da tarde desta terça-feira, 2, em decorrência de deslizamentos e quedas de barreiras provocadas pelas chuvas. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, entre as estradas federais com problemas, apenas a BR-470 continuava totalmente bloqueada entre os Km 41 e 47, na região de Gaspar.    Veja também: Saiba como ajudar as vítimas da chuva IML divulga lista de vítimas identificadas Repórteres relatam deslizamento em Ilhota  Mulher fala da perda de parentes em SC Tragédia em Santa Catarina  Blog: envie seu relato sobre as chuvas  Blog Ilha do sem Blumenau  Blog Desabrigados Itajaí  Blog Arca de Noé  Veja galeria de fotos dos estragos em SC   Tudo sobre as vítimas das chuvas      A Polícia Militar Rodoviária informou que das 13 rodovias estaduais danificadas, sete permaneciam com trechos totalmente bloqueados: SC-401, do Centro ao Norte de Florianópolis; SC-408, de Brusque a São João Batista; a SC-416, de Jaraguá do Sul a Pomerode; a SC-431, em São Bonifácio; a SC-466, do município catarinense de Itá ao Rio Grande do Sul; e a SCT-477, entre Doutor Pedrinho e Benedito Novo.   Novo deslizamento   Na manhã desta terça, um novo deslizamento bloqueou totalmente a BR-376, principal ligação do Paraná com Santa Catarina. O desmoronamento aconteceu no Km 663, sentido sul, a cerca de 50 km de Curitiba, e foi provocado pelas chuvas que atingem a região.   De acordo com a PRF, a barreira tem aproximadamente 40 metros de extensão por cinco de altura. Como no local a pista é dupla, as equipes da PRF estão providenciando um desvio de 7 km, em uma faixa da pista contrária, que deveria ficar pronto até o meio-dia. Os trabalhos de remoção da terra levarão no mínimo cinco horas e o trânsito ficará lento no trecho durante todo o dia.   A PRF indica três possibilidades de desvio, que aumentam em média 70 km o percurso:   Para veículos de carga - em Curitiba, pela BR-116, Mandirituba/PR, Agudos do Sul/PR, Piem/PR, São Bento do Sul/SC, Corupá, Jaraguá do Sul/SC, BR-101/SC;   Veículos de passeio - em Curitiba, pela BR-116, Mandirituba/PR, Agudos do Sul/PR, Piem/PR, Campo Alegre/SC, BR-101 na altura de Joinville;   Para veículos com até 27 toneladas de peso bruto total (PBT) - Curitiba, BR-277, utilizar a balsa em Guaratuba, retornando à BR-101 .

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.